Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > Geral > Parque de São Joaquim é reaberto em SC
Início do conteúdo da página

Parque de São Joaquim é reaberto em SC

Publicado: Quinta, 10 de Setembro de 2020, 14h05
A visitação à Trilha da Pedra Furada deverá ser feita com agendamento e com condutor de visitantes.

parnasaojoaquim MarcusZilli
Parna de Sao Joaquim (Foto: Marcus Zilli)

O Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) reabre hoje (10) o Parque Nacional de São Joaquim, em Santa Catarina. A visitação pública acontecerá de forma gradual obedecendo todas as orientações e medidas de prevenção, conforme recomendação do Ministério da Saúde e da Organização Mundial de Saúde (OMS).

Inicialmente, o Parque reabre apenas à Trilha da Pedra Furada, que está inserida em área da aeronáutica, portanto, requer a contratação obrigatória de um condutor de visitantes. Serão autorizados diariamente, no máximo, quatro grupos, com até cinco visitantes (além do condutor cadastrado pelo Parque), sendo o horário de ingresso na UC entre 8h e 11h, com intervalo de acesso de 1h entre os grupos. Para isso, o visitante deverá contratar um condutor cadastrado pelo ICMBIo, veja aqui , que realizará o agendamento prévio para acesso à trilha. 

Importante ressaltar que, em respeito à Legislação Estadual (Portaria SES 592 de 17 de agosto de 2020), a visitação ao mirante do Morro da Igreja, com vista para a Pedra Furada, ainda não e​​stá permitida.

Os condutores serão responsáveis por disponibilizar álcool gel e assegurar a higienização das mãos dos visitantes, o uso de máscaras durante toda a permanência no Parque, bem como o distanciamento mínimo durante todo o percurso da trilha e demais medidas preventivas necessárias. 

Circuito Recanto Santa Bárbara é reaberto

O Parque reabriu o circuito de trilhas situado no Recanto Santa Bárbara, respeitando-se o seguinte regramento:

- Diariamente, haverá limite de até 30 (trinta) visitantes, com grupos de no máximo 10 (dez) pessoas;

- Não é obrigatória a contratação de condutor;

- Não é necessário o agendamento prévio mas é obrigatória a assinatura do Termo de Reconhecimento de Risco no livro de controle de visitantes disposto na entrada do alojamento do ICMBio em Santa Bárbara, para fins de ordenamento da visitação pelos vigias em serviço.



Regras estabelecidas pelo ICMBio:

Uso obrigatório de máscara de proteção facial, ainda que artesanal, durante todo o período que estiver no interior do parque;

•Disponibilizar álcool gel 70% ou produto de higienização para as mãos nas estruturas abertas à visitação e nos transportes terrestres e aquaviários, por meio dos operadores e prestadores de serviços;

•Para os atrativos que constituem a obrigatoriedade de uso de algum equipamento de proteção individual (EPI), estes não poderão ser compartilhados sem antes proceder a higienização e desinfecção dos equipamentos;

•Manter ambientes bem ventilados, com janelas e portas abertas, sempre que possível;

•Promover com frequência a limpeza e desinfecção dos ambientes, pisos, corrimãos, lixeiras, balcões, maçanetas, tomadas, torneiras e banheiros, além de outros objetos de uso coletivo, como cadeiras, sofás e bancos;

•Remover jornais, revistas, panfletos e livros dos locais de comum acesso para evitar a transmissão indireta;

•As máquinas de débito e crédito devem estar fixas ou envelopadas com filme plástico e desinfetadas após cada uso;

•O distanciamento mínimo de 2 metros entre os sofás, mesas, cadeiras e bancos dos espaços comuns do empreendimento;

•No caso de restaurantes, é necessário manter o distanciamento mínimo entre as mesas (2 metros) e cadeiras (1 metro), como também nos ambientes de espera e filas de caixas, com demarcação no piso. Para locais com mesas fixas ou na impossibilidade de remoção, interditar as mesas de forma alternada, comunicando visualmente quais estão livres e interditadas;

•Proceder a higienização e desinfecção de objetos (inclusive cardápios) e superfícies comuns, como as mesas e cadeiras após cada utilização;

•Os transportes terrestres e aquaviários de visitantes deverão priorizar a ventilação natural. Ao final de cada viagem, deve ser realizada a limpeza e desinfecção dos veículos;

•Respeitar a capacidade de transporte de cada tipo de veículo e evitar superlotação ou aglomeração.

Comunicação ICMBio
(61) 2028-9280

registrado em: ,
Fim do conteúdo da página