Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > Geral > Parque do Descobrimento já conta com 22 condutores de visitantes
Início do conteúdo da página

Parque do Descobrimento já conta com 22 condutores de visitantes

Publicado: Quinta, 01 de Outubro de 2020, 09h39
Equipe gestora vem estruturando o uso público na unidade de conservação
Visitantes na Trilha da Juerana Foto Dayse Leite
Visitantes na Trilha da Juerana. (Foto Dayse Leite)

O Parque Nacional do Descobrimento, na Bahia, já conta com os seus primeiros 22 condutores de visitantes. Todos foram treinados para atuar na unidade de conservação (UC) federal. Esse é um importante passo para estruturar a visitação pública na UC, desenvolvida pela equipe gestora do Parna. “A formação e autorização de condutores compõem o rol das ações que estamos desenvolvendo desde 2018 para implementar a visitação no Parque de forma controlada, segura e permanente, agregando conhecimento, parcerias, boas vivências e satisfação aos visitantes”, explica a analista ambiental da unidade, Dayse de Souza Leite.

O Parque possui alto potencial para o ecoturismo, o turismo de observação de fauna e de paisagem, e a realização de atividades de recreação, educação e interpretação ambiental. Com a estruturação da visitação pública, os gestores do Parque querem oferecer serviços e experiências com qualidade e diversidade aos visitantes. Os novos condutores de visitantes, provenientes de diversos segmentos sociais, se constituem como um marco na implementação do Uso Público na UC.

“Além de fornecer informações sobre os atrativos da unidade, enriquecendo a experiência da visitação a partir também das vivências do visitante, a gente age como guardião semeando consciência ambiental e proporcionando às pessoas a conexão com a natureza", explica Otávio Vieira Santana, um dos condutores autorizados. Os visitantes, acompanhados dos condutores, poderão percorrer as várias trilhas em áreas de mata contínua e bem preservadas na UC, com destaque para a Trilha da Gameleira, a Trilha da Juerana, a Trilha do Macaco-prego, a Trilha das Corredeiras e a Ciclotrilha do Tambor.

Conheça mais sobre o Parque

O Parque foi criado em 1999 e conta com 22.693,97 hectares de área, sendo um dos maiores fragmentos protegidos de Mata Atlântica sobre Tabuleiros Costeiros do Brasil. Está localizado totalmente no município de Prado, extremo sul do estado da Bahia, e é reconhecido pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) como integrante do Sítio do Patrimônio Mundial Natural “Reserva da Mata Atlântica da Costa do Descobrimento”. Integra também a zona núcleo da Reserva da Biosfera da Mata Atlântica, o Corredor Central da Mata Atlântica e o Mosaico de Áreas Protegidas do Extremo Sul da Bahia.

As florestas tropicais da costa atlântica do Brasil são as mais ricas do mundo em biodiversidade de fauna e flora, com alto nível de endemismos, sendo esses um dos principais atrativos do Parque. A UC abriga um número significativo de árvores imponentes, como o Jacarandá-da-Bahia, a Juerana‐vermelha, a Gameleira, a Braúna, a Imbiruçu, a Gindiba e o Paraju, além de outras espécies arbóreas e arbustivas. Destacam-se também as aves ameaçadas e quase ameaçadas de extinção, como o Papagaio Chauã, o Macuco e o Gavião Real, sendo que o Parque é um dos únicos e últimos redutos do Mutum-do-Sudeste. Na unidade encontram-se também o queixada, o caititu, a anta, o jabuti-amarelo e a onça parda, além de uma riqueza de cursos d'água.

Comunicação ICMBio
comunicacao@icmbio.gov.br

registrado em: ,
Fim do conteúdo da página