Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > Geral > Aplicativo será usado na proteção de caranguejos
Início do conteúdo da página

Aplicativo será usado na proteção de caranguejos

Publicado: Quinta, 09 de Novembro de 2017, 19h06
Lançamento do disposito ocorrerá no próximo dia 16 na Bahia. Iniciativa é da Rede de Monitoramento de Andadas Reprodutivas de Caranguejos (Remar) e tem o apoio do ICMBio

andada 12 03 04 5

Brasília (09/11/2017) – Será lançado no próximo dia 16, na sede do Centro Nacional de Pesquisa e Conservação da Biodiversidade Marinha do Nordeste (Cepene), em Caravelas (BA), e na Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB), em Teixeiras de Freitas (BA), o aplicativo Remar Cidadão, da Rede de Monitoramento de Andadas Reprodutivas de Caranguejos (Remar), coordenada pela Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB) e pela Edinburgh Napier University. Veja abaixo, no serviço, os locais e a hora do lançamento.

Pelo aplicativo para smartphone, coletores de caranguejo, comerciantes, gestores de unidades de conservação, fiscais e cidadãos em geral, poderão avisar aos pesquisadores quando observarem caranguejos no período da “andada”. É nesse período que o caranguejo se reproduz e, por isso, ocorre a proibição de captura e comercialização

image001Essas informações são de grande importância, pois a “andada” é essencial para a perpetuação das espécies e, ao mesmo tempo, é quando os caranguejos ficam mais vulneráveis, podendo ser facilmente capturados por qualquer pessoa, mesmo aqueles que não são profissionais e que sobrevivem desses recursos pesqueiros.

As espécies de caranguejo de manguezal que são os principais alvos desse trabalho são o caranguejo-uçá (Ucides cordatus), mais associado ao sedimento lamoso “lavado” diariamente pelas marés, e o guaiamum (Cardisoma guanhumi), caracterísiticos do sedimento mais arenoso dos manguezais (apicuns) já em direção à terrra firme.

Esta união de esforços mediada pelo avanço tecnológico de um aplicativo para smartphone estará, em última análise, contribuindo para a perpetuação das espécies e para a sustentabilidade da cultura milenar de coleta de caranguejos, repercutindo diretamente na melhoria da qualidade de vida das populações tradicionais envolvidas e na conservação da biodiversidade.

Serviço:

O QUÊ: Lançamento do Aplicativo Remar-Cidadão, da Rede de Monitoramento de Andadas Reprodutivas de Caranguejos (Rermar). Anders Schmidt (UFSB), Karen Diele (Edinburgh Napier University, Escócia), Ulisses Scofield (Cepene/ICMBio) e coletores de caranguejos estarão disponíveis para entrevistas e fotos.

QUANDO: 16 de novembro de 2017

ONDE: Caravelas, BA - Centro Nacional de Pesquisa para a Conservação da Biodiversidade Marinha do Nordeste (Cepene-ICMBio) (das 9h às 12h) e em Texeiras de Freitas, BA - Campus Paulo Freire da Universidade Federal do Sul da Bahia – UFSB (da 19h às 22h)

MAIS INFORMAÇÕES: Anders Schmidt (anders@ufsb.edu.br) e Karen Diele (K.Diele@napier.ac.uk)

Comunicação ICMBio
(61) 20289280
registrado em: ,
Fim do conteúdo da página