Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > Geral > Conselho Estadual restringe pesca no entorno de UC
Início do conteúdo da página

Conselho Estadual restringe pesca no entorno de UC

Publicado: Segunda, 08 de Janeiro de 2018, 16h07
Norma, proposta pela Estação Ecológica Taiamã, foi aprovada pelo Conselho Estadual de Pesca de Mato Grosso.

esctaiamaA restrição à pesca no entorno da Estação Ecológica de Taiamã foi aprovada pelo Conselho Estadual de Pesca do Estado de Mato Grosso. A norma foi publicada através da Resolução Cepesca 02/2018 no dia 5 de janeiro, e atende à demanda das instituições e usuários do entorno da Unidade de Conservação, administrada pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio). Segundo Daniel Kantek, chefe da Estação, a publicação da norma é um ótimo exemplo de como várias instituições e conselhos podem atuar juntos na tomada de decisão em relação à conservação da biodiversidade.

“Durante o processo de construção da normativa estiveram presentes todos os segmentos da sociedade que utilizam o entorno da Estação. A aprovação representa um grande ganho na proteção ambiental da região do Alto Rio Paraguai”, ressalta o chefe da unidade. Kantek conta que desde abril de 2009 o entorno da UC, localizada no município de Cárceres, era protegido por uma norma elaborada pelo Conselho Consultivo da Estação e publicada pelo IBAMA (IN 09/2009), a qual proibia a pesca em uma grande região contígua à Estação. Porém, a norma perdeu validade devido à publicação do Plano de Manejo da Unidade em agosto de 2017. A região é notadamente reconhecida como uma área de criação e reprodução de organismos aquáticos.

A Estação Ecológica de Taiamã está situada em uma ilha do Rio Paraguai, e possui inúmeras lagoas, baías e riachos que servem de refúgio reprodutivo e de desenvolvimento para peixes e aves. Esta porção do Pantanal Norte, devido à sua riqueza e abundância ictiológica, é alvo da pesca amadora e profissional, atraindo todos os meses centenas de turistas de várias regiões do Brasil. Neste contexto, a Estação e entorno desempenham papel importante na manutenção dos estoques pesqueiros do Pantanal Norte, bacia do alto rio Paraguai, no município de Cáceres, importante polo de pesca amadora e profissional. Segundo o professor Claumir Cezar Muniz, pesquisador da Universidade do Estado de Mato Grosso, que atua na região há muitos anos, a Estação e seu entorno é um local considerado ótimo para várias espécies de peixe de valor comercial, já que há alimento e condições ambientais favoráveis.

Comunicação ICMBio
(61) 2028-9280
registrado em: ,
Fim do conteúdo da página