Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > Destaques > Encontro reúne 101 pesquisadores no Parque da Tijuca
Início do conteúdo da página

Encontro reúne 101 pesquisadores no Parque da Tijuca

Publicado: Segunda, 01 de Setembro de 2014, 18h14

Objetivo foi discutir as prioridades da Unidade de Conservação

Objetivo foi discutir as prioridades da Unidade de Conservação

Encontro reúne 101 pesquisadores no Parque Nacional da Tijuca

Julia Barroso
julia.barroso@icmbio.gov.br

Brasília — (01/09/2014) — Pesquisadores se reuniram no fim do mês de agosto para discutir as prioridades do Parque Nacional da Tijuca (RJ). O tema do V encontro, promovido na futura sede da Unidade de Conservação (UC), no espaço Paineiras, abordou o tema "Como manejar uma floresta na metrópole?". Ao todo, 101 pesquisadores de diversas instituições estiveram presentes.

O encontro promoveu o intercâmbio de conhecimento e integrou diferentes grupos de pesquisa que atuam no Parque. O chefe da UC, Ernesto Viveiros de Castro, abriu o evento apresentando números do crescimento da pesquisa no Parque nos últimos anos. Em seguida, ele destacou a estrutura e os serviços de apoio à pesquisa que a UC oferece, como a Casa do Pesquisador, o auditório, a biblioteca e os monitores ambientais.

Na ocasião, também foram apresentados os resultados preliminares da pesquisa de satisfação realizada com os pesquisadores para aprimorar a estrutura. "A proposta é promover o intercâmbio entre os pesquisadores e estreitar o contato da comunidade científica com a gestão. Queremos que os pesquisadores entendam as necessidades de manejo e gerem conhecimento que nos auxilie na tomada de decisão", afirmou Viveiros.

Fizeram parte da programação palestras, sessão de painéis e uma oficina para os participantes discutirem sobre as pesquisas prioritárias para o manejo do Parque Nacional da Tijuca. Também foram abordados temas como processos erosivos no Maciço da Tijuca, reintrodução da fauna na UC e o Guia de Campo da unidade, produzido para estimular professores da educação básica a usarem o Parque como espaço pedagógico.

Temas envolvendo a avaliação de serviços turísticos, ecologia de estradas, interação vegetação-atmosfera, inclusão social também foram apresentados nos trabalhos de profissionais da UFRJ, UERJ, Veiga de Almeida, UFRRJ, UNIRIO, Jardim Botânico, PUC-RJ e SAVE-Brasil. A analista ambiental do ICMBio Katyucha von Kossel, responsável pelo Setor de Pesquisa da UC, destacou a história e a importância de encontros como esse. "Tivemos o primeiro encontro em 1984 e o último em 2011. A proposta agora é que os encontros sejam anuais. Eventos como esse estimulam novos projetos e esperamos que a pesquisa no Parque cresça ainda mais", afirmou Katyucha.

Homenagem

Outro momento especial aconteceu quando os participantes plantaram dois jequitibás na trilha Paineiras x Corcovado, em homenagem a grandes defensores das causas ambientais: o Prof. Evaristo de Castro Jr, do departamento de Geografia da UFRJ, que faleceu dia 17 de agosto, e o Almirante Ibsen Câmara, pioneiro do ambientalismo brasileiro, morto no dia 31 de julho de 2014. A confraternização de encerramento teve como cenário a vista da cidade do Rio de Janeiro, do alto do morro do Corcovado.

registrado em: ,
Fim do conteúdo da página