Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > Destaques > Conselheiros visitam Mata Preta
Início do conteúdo da página

Conselheiros visitam Mata Preta

Publicado: Terça, 02 de Junho de 2015, 15h12

Eles conheceram área indenizada dentro da Estação Ecológica

Eles conheceram área indenizada dentro da Estação Ecológica

© Todos os direitos reservados. Foto: Acervo ICMBio

Brasília (02/06/15) – Um marco para a Estação Ecológica (Esec) da Mata Preta – unidade de conservação administrada pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) localizada em Santa Catarina – e seu Conselho Consultivo. Pela primeira vez, conselheiros da Unidade de Conservação (UC) puderam conhecer uma área, já indenizada, da Estação Ecológica.

A atividade de campo aconteceu dia 12 de maio durante a 2ª Reunião Extraordinária do Conselho, que teve como principal objetivo discutir a necessidade e estratégias para renovação da instância.

Acompanhados do analista ambiental da UC, Antonio de Almeida Correia Junior, e de parceiros da organização não governamental Associação de Preservação do Meio Ambiente e da Vida (Apremavi), os conselheiros foram conhecer a área de cerca de 68 hectares, onde estão sendo desenvolvidos projetos de restauração florestal pelo Projeto Araucária (Apremavi/Petrobras Ambiental) e pela empresa Pro Sul (compensação ambiental).

Para Antonio, a visita à área de restauração florestal foi importante por ser a primeira atividade com maior envolvimento dos conselheiros. "A partir deste momento, a importância da Unidade para os conselheiros passa a ser mais clara e pode-se perceber seu potencial para pesquisa e educação ambiental, atividades que certamente passarão a ser planejadas em conjunto com o Conselho", explicou Antonio.

Os conselheiros fizeram caminhadas e também conheceram de perto pesquisas em desenvolvimento na Unidade. Já na área de restauração florestal, onde também estão localizados fragmentos de floresta, foi possível ter uma visão panorâmica de grande parte das florestas da Unidade.

Como resultado da atividade ficou o aumento do conhecimento sobre a Esec Mata Preta, o que possibilita um maior engajamento. "Além disso, os conselheiros puderam perceber a importância de iniciativas como essa de restaurar a Floresta de Araucárias para a conservação da biodiversidade, tanto local como regionalmente, e o grande esforço que é necessário para executar projetos como esse", destacou Antonio.

Comunicação ICMBio
(61) 2028-9280

 

registrado em: ,
Fim do conteúdo da página