Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > Destaques > ICMBio coordena reunião técnica da Rede Javali Pampa
Início do conteúdo da página

ICMBio coordena reunião técnica da Rede Javali Pampa

Publicado: Sexta, 05 de Junho de 2015, 14h54

Evento aconteceu em Rosário do Sul (RS)

Evento aconteceu em Rosário do Sul (RS)

© Todos os direitos reservados. Foto: Acervo ICMBio

Brasília (05/06/2015) - Entidades públicas e privadas se reuniram no final de maio (28) para debater estratégias de combate à invasão de javalis no bioma Pampa. A reunião aconteceu no Sindicato Rural de Rosário do Sul. Intitulada I Reunião Técnica da Rede Javali Pampa, o projeto piloto é coordenado pelo Instituo Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), representado pelos analistas ambientais da Área de Proteção Ambiental (APA) do Ibirapuitã.

Ao todo estiveram presentes 32 pessoas, entre técnicos e produtores rurais, para a apresentação de como a Rede deverá funcionar e como as instituições podem aderir a ela. O objetivo da Rede será reunir o esforço de entidades que atuam junto aos produtores rurais e ou nas ações de conservação da biodiversidade visando ampliar o registro oficial e o monitoramento de ocorrência de javalis nas propriedades rurais e efetivar e monitorar os registros oficiais dos danos causados por javalis nas propriedades. Outra missão da Rede será ampliar e monitorar os registros de abates de javalis.

Por ser um projeto piloto, a Rede abrange os municípios de Santana do Livramento, Quaraí, Alegrete e Rosário do Sul, todos localizados no Rio Grande do Sul. Foram convidadas para esta reunião 42 instituições e, por sugestão dos participantes, outras deverão ser convidadas para os próximos encontros da Rede.

Na coordenação da Rede Javali Pampa é adotada a metodologia conhecida como "Gestão de Problemas". Nesta primeira fase é feito o monitoramento – já iniciado pelo ICMBio na região e que vem sendo implementada desde 2009.

Na sequência ocorre a fase do diagnóstico – momento em que são isolados e identificados os problemas e diagnosticadas as suas causas; posteriormente passando para a fase de Resolução dos Problemas – em que são adotadas providências visando a solução dos problemas.

Foram apresentados modelos de formulários on-line padronizados e disponíveis na página da Rede para consultas e sugestões de alteração até o dia 12 de junho de 2015. As sugestões deverão ser encaminhadas para o e-mail redejavalipampa@gmail.com. Mais informações sobre a Rede Javali Pampa podem ser obtidas na página http://sites.google.com/site/redejavalipampa/

© Todos os direitos reservados. Foto: Acervo ICMBioUma das proposições dos presentes foi de que seja demandado às instituições de pesquisa que efetuem um estudo econômico compreendendo uma visão sistêmica e ampla dos prejuízos causados à economia pelo aumento da invasão por javalis e suas cruzas.

"A Rede representa uma ação proativa do ICMBio no sentido de mobilizar parceiros e inovar a forma de registrar e monitorar dados a respeito do impacto da invasão biológica por javalis no bioma Pampa. Somos frequentemente questionados pelo MPF quanto a quais ações o instituto vem desenvolvendo no sentido de monitorar e controlar a invasão por javalis na APA do Ibirapuitã e em outras UCs federais", frisa a analista ambiental da APA Ibirapuitã, Eridiane Lopes.

Comunicação ICMBio
(61) 2028-9280

 

registrado em: ,
Fim do conteúdo da página