Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > Ministra destaca o trabalho realizado na Serra da Capivara
Início do conteúdo da página

Ministra destaca o trabalho realizado na Serra da Capivara

Publicado: Quarta, 02 de Outubro de 2013, 16h07

Izabella Teixeira elogiou o modelo de gestão e a importância das parcerias

Rodrigo Abreu

Parna Serra da Capivara (Ricardo Maia)Brasília (02/10/2013) – Na noite desta terça-feira (01), o Espaço Israel Pinheiro, localizado na Praça dos Três Poderes, em Brasília, recebeu diversas autoridades para o lançamento oficial do evento "Serra da Capivara: os brasileiros com mais de 50 mil anos", uma realização da Fundação Museu do Homem Americano (FUMDHAM), do Governo do Estado do Piauí e parceiros (ICMBio, IPHAN, Ministério da Cultura, União Europeia, UNESCO no Brasil, ONU Mulheres, representantes da República Federal da Alemanha, Embaixada da França e Embaixada da Suécia). O evento vai até o dia 15 de dezembro de 2013, de segunda a domingo, das 10h às 18h, com a realização de conferências e exposições totalmente abertas ao público.

A ministra do Meio Ambiente, Isabella Teixeira participou da abertura do evento e destacou a importância do trabalho realizado na região, especialmente os esforços para aliar inclusão social e conservação da natureza, além de elogiar o modelo de governança da unidade de conservação. "O modelo de gestão adotado na Serra da Capivara é certamente um dos modelos que o Instituto Chico Mendes e o Ministério do Meio Ambiente devem perseguir, no que representa essas parcerias. Não dá para fazer gestão de áreas protegidas neste país sem uma visão de abordagem múltipla de parcerias e engajamento", ressaltou a ministra.

O presidente do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), Roberto Vizentin, que esteve presente no evento, ressaltou a importância do trabalho de conservação do patrimônio existente na Serra da Capivara. "Graças ao pioneirismo de pesquisadoras como Niède Guidon, celebramos a certeza de que este patrimônio permaneça não apenas para que a geração atual entenda a história primitiva do homem no Continente Americano, mas as futuras gerações também", frisa o presidente.

Também participaram da solenidade a presidente do Espaço Israel Pinheiro, Maria Helena Pinheiro; a diretora presidente da FUMDHAM, Niéde Guidon; Márcia Bezerra, representante do Ministério da Cultura; Benedito de Carvalho Sá, representando o Governo do Estado do Piauí; a embaixadora Ana Paula Zacarias, chefe da Delegação da União Europeia no Brasil; Wilfried Grolig, Embaixador da Alemanha; Denis Pietton, Embaixador da França; Magnus Robach, Embaixador da Suécia; Lucien Muñoz, representante da UNESCO e Luís Fujiwara, representante regional da ONU Mulheres.

Trabalho Social

funcionariosA pesquisadora Niéde Guidon fez questão de ressaltar todo trabalho social que foi desenvolvido na região. "A FUNDHAM foi criada para lutar pelo desenvolvimento da região. Não existia escola, praticamente nada. Não seria possível preservar esse patrimônio se não houvesse uma ação social com a formação das pessoas para compreender a importância da preservação da natureza. Conseguimos com o apoio da Itália, criar escolas de nível básico para formar as crianças. Conseguimos também que a Universidade Federal do Vale do São Francisco fosse instalada na região. Hoje, uma grande parte dos nossos pesquisadores e técnicos são pessoas locais que puderam fazer a universidade", destacou.

Também existe grande expectativa quanto à inauguração do Aeroporto Internacional de São Raimundo Nonato até o final de 2013. Segundo a pesquisadora, com a instalação do aeroporto algumas companhias hoteleiras internacionais estudam a possibilidade de empreender na região. Além disso, a capacidade de visitação do parque nacional pode alcançar a marca de 6 milhões de visitantes por ano.

Confira reportagem com o chefe do Parque Nacional da Serra da Capivara, Fernando Tizianel

Comunicação ICMBio
(61) 3341-9280
Fim do conteúdo da página