Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > ICMBio e Ibama trabalham para conter incêndio na Serra dos Órgãos
Início do conteúdo da página

ICMBio e Ibama trabalham para conter incêndio na Serra dos Órgãos

Publicado: Quarta, 15 de Outubro de 2014, 17h34

Uma equipe formada por 50 brigadistas está no local

Uma equipe formada por 50 brigadistas está no local

ICMBio e Ibama trabalham para conter incêndio na Serra dos Órgãos

Nana Brasil
nana.nascimento@icmbio.gov.br

Brasília (15/10/2014) — Uma equipe formada por 50 brigadistas do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) e do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) está trabalhando para combater o incêndio que atinge o Parque Nacional da Serra dos Órgãos (RJ) desde a última segunda-feira (13).

O fogo começou há dez dias na região serrana de Petrópolis e já afeta outra Unidade de Conservação federal, a Área de Proteção Ambiental (APA) Petrópolis, além da Reserva Biológica Araras, gerenciada pelo governo do Estado do Rio de Janeiro.

De acordo com Christian Berlinck, coordenador de Emergências Ambientais do ICMBio, na manhã desta quarta-feira (15) foi realizado um sobrevoo de reconhecimento no local, com apoio do Corpo de Bombeiros. "A estratégia a partir de agora é utilizar o helicóptero para lançamento de água e transporte da equipe de brigadistas até a linha de fogo", destacou. Por conta do incêndio, que também atingiu áreas residenciais, alguns moradores abandonaram suas casas e a estrada Petrópolis-Teresópolis foi fechada sem previsão de reabertura.

Segundo o chefe da Unidade de Conservação (UC), Leandro Goulart, aproximadamente 575 hectares do Parque Nacional da Serra dos Órgãos foram atingidos pelo incêndio, além das seguintes áreas situadas no entorno da Unidade: Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN) Fazenda Boa Esperança, Pedra do Mamute e Vale do Mata Porcos.

A situação nesta quarta, porém, está mais controlada do que a de terça-feira (14) e o quadro de profissionais que atuam no local deverá ser ampliado. "Ainda hoje 30 bombeiros vão reforçar nossa equipe e ajudar no combate ao incêndio", frisou Goulart.

registrado em:
Fim do conteúdo da página