Quem Somos

O CEPSUL foi criado em 1984 (Portaria nº 138/1984 da extinta SUDEPE), com a missão de coordenar e executar as atividades de pesquisa pesqueira nas regiões Sudeste e Sul, com foco no uso sustentável das potencialidades pesqueiras da região.

Atualmente com a designação de Centro Nacional de Pesquisa e Conservação da Biodiversidade Marinha do Sudeste e Sul – CEPSUL, está vinculado à Diretoria de Pesquisa Avaliação e Monitoramento da Biodiversidade – DIBIO do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade – ICMBio/MMA

O CEPSUL está sediado no município de Itajaí, SC, e desde 2014 conta com uma Base Avançada no Rio Grande do Sul - BAV/CEPSUL (Portaria nº 554/2020).

Conforme a Portaria ICMBio nº 16/2015, o CEPSUL tem por objetivo realizar:

- Pesquisas científicas e ações de manejo para a conservação e a recuperação de espécies ameaçadas;

- Monitoramento da biodiversidade do bioma marinho costeiro no Sul e Sudeste do Brasil, com ênfase nos impactos de empreendimentos e demais atividades antrópicas;

- Auxiliar no manejo das Unidades de Conservação federais, por meio de estudos e monitoramento para conservação e uso sustentável da sua biodiversidade.

 

Equipe

O CEPSUL conta com uma equipe de aproximadamente 35 pessoas, entre Analistas e Técnicos Ambientais, Técnicos Administrativos, Pesquisadores Associados (bolsistas CNPq, GEF-Mar, GEF-Espécies) e terceirizados.

 

Estrutura

A Sede do CEPSUL é composta por quatro prédios em uma área de aproximadamente 6.000 m2 localizada em Itajaí, às margens do Rio Itajaí-Açú. Com salas de trabalho, laboratório, biblioteca, coleção biológica científica, auditório, depósitos, oficina, garagem e trapiche de atracação do Navio de Pesquisa (NPq) Soloncy Moura.

O Navio de Pesquisa (NPq) Soloncy Moura é uma embarcação com autonomia para 30 dias de mar, com 26 m de comprimento, 216 AB, motor principal de 600 hp. Está equipado com sonar, sonda, GPS, telefonia satelital móvel, guinchos, equipamentos de pesca, câmara fria de 12 m3, laboratório, camarotes, refeitório, dentre outros. O navio dispõe de instalações para conduzir oito tripulantes e oito pesquisadores, o que possibilita o desenvolvimento de trabalhos de pesquisa, monitoramento e fiscalização ambiental, tanto em alto mar, como em áreas costeiras e abrigadas. O Centro conta ainda com uma lancha em fibra, com seis metros de comprimento e motor de 115 Hp, para apoiar trabalhos próximos à costa.