Destaques

12/01/22

CEPTA finaliza as oficinas de avaliação de risco de extinção de espécies

Em novembro passado, o CEPTA (Centro Nacional de Pesquisa e Conservação da Biodiversidade Aquática Continental) realizou sua última oficina de avaliação sobre o risco de extinção de espécies de peixes continentais (isto é, de água doce) não amazônicos. Foram realizadas 16 oficinas de avaliação, envolvendo mais de uma centena de especialistas, a maioria mestres e doutores dos principais grupos de pesquisa em ictiologia de inúmeras instituições. Porém, no início de 2020, devido à pandemia de COVID 19, foi necessário adaptar o planejamento para a nova realidade. A partir daí, as oficinas passaram a ser remotas, utilizando-se a plataforma TEAMS. Com isso, encerraram-se as oficinas de avaliação do 2° ciclo de avaliação, que se iniciou no ano de 2018.

Foto: Acervo CEPTAMicrosoftTeams-image 8

04/01/22

XXIV Encontro Brasileiro de Ictiologia

Trazemos para vocês informações sobre o XXIV Encontro Brasileiro de Ictiologia, Tendo como tema "Conectando conhecimentos para transformar a sociedade" e além da programação científica, o evento contará com uma série de atividades na cidade de Gramado, no Rio Grande do Sul, que estimulará a interação entre o grande público e os pesquisadores.

O Encontro irá ocorrer nos dias 18/09 até 23/09, porém, você já pode garantir sua participação no evento com desconto até dia 15/01, que também é o prazo final do período de submissão de resumos para apresentações orais, pôsteres e vídeos

Link do site: http://www.ebi2021.com.br 

 

 

congresso ictiologia

 

30/09/21

Consulta pública para avaliação de peixes continentais

São 145 espécies em possível risco de extinção!
Encontra-se aberta a consulta púbica para avaliação do risco de extinção de peixes das seguintes ecorregiões aquático-continentais: Mata Atlântica Nordeste, Ribeira de Iguape, Mata Atlântica Sudeste, Tramandaí-Mampituba, laguna dos Patos, e alto e médio Uruguai. Essas ecorregiões abrangem peixes distribuídos pelo litoral brasileiro, desde Sergipe até Santa Catarina, e todo o estado do Rio Grande do Sul. Inclui também as bacias do rio Jequitinhonha e do rio Doce.
Contribuições podem ser realizadas em: https://salve.icmbio.gov.br/salve-consulta/ . Imagem: Brycon vonoi - T. Pessali

Brycon vonoi T Pessali