Proteção

Este Programa possui como meta garantir a proteção ambiental da UC, com o objetivo de manter e restaurar a qualidade dos processos ecológicos, mantendo assim no longo prazo, os atributos ambientais descritos no Decreto de criação da APACC, como sujeitos a proteção estatal. 

As principais ações , além de executar o Plano Anual de Proteção seriam: aquisição de meios flutuantes (lanchas, jet skis); Implantar sistema de comunicação móvel e fixo ao longo de toda APACC e firmar termo de reciprocidade com as polícias militares ambientais e a Marinha do Brasil

Abaixo listamos algumas das principais ameaças à APA Costa dos Corais

A atividade pesqueira apresenta uma variedade de formas de pescar muito grande, com muitos petrechos, embarcações e recursos diferentes. Dessa forma a  legislação que regra a atividade é muito extensa.

O desrespeito às regras pode trazer danos à sustentabilidade dos recursos diretamente pescados e também ao ecossistema, prejudicando a manutenção de outras formas de vida (prejuízos indiretos) e, de uma maneira, geral está comprometendo o sustento dos pescadores que agem de maneira correta, conheça alguns dos principais problemas:

Pesca da Lagosta: a lagosta é um recurso muito procurado devido ao grande valor de mercado, mas existem uma série de normas: i)tamanho mínimo de captura (cauda 11 cm cabo-verde  e 13 cm a lagosta vermelha); ii) só é permitido pesca com armadilha (manzuá ou covo), a pesca com rede caçoeira ou mergulho á proibido, ainda há á péssima prática de colocar no fundo marinho as marambais, que são toneis achatados que servem como atrator (são proibidos e causam um impacto negativo muito grande);  iii) época de defeso (para permitir a reprodução) é entre 1° de dezembro e 31 de maio.

Pesca do Polvo com água sanitária: o polvo é um molusco que vive em ambientes rochosos e recifais e ficam entocados durante o dia. Algumas pessoas utilizam a água sanitária (cloro) para forçar a saída do polvo de sua toca. O problema é que o uso dessas substâncias, além de comprometer a qualidade do pescado, prejudica todo o ambiente ao redor, pois mata todos os seres vivos . Alguns pescadores relatam que após o uso dessas substâncias um polvo nunca mais usará aquele local. Portanto essa forma de pescar prejudica sobremaneira aqueles que trabalham corretamente.

Pesca de caranguejo com redinha: mais uma vez a pesca tradicional é prejudicada por ações impróprias. Essa pescaria não seleciona tamanho nem sexo, capturando qualquer coisa e muitas vezes o animal que cai na rede fica alguns dias preso, acaba morrendo e perde seu valor comercial. O responsável pela instalação das redinhas, muitas vezes não retiram o aparato, promovendo o que é conhecido como pesca fantasma, pois os animais capturados irão morrer. Além disso, existe o defeso na época da “andada”, fenômeno reprodutivo, quando os animais andam, ficando expostos à captura, nessas épocas a pesca é proibida.

Uso de redes: o emprego de redes de pesca é muito difundido, mas há varias regras, como tamanho de malha, tamanho da rede, tipo de fio e locais apropriados e inapropriados. Na foto um pescador fechou a boca do rio, atividade não permitida por lei.

 
 Pesca lagosta
Lagosta menos que o permitido
 Pesca água sanitária
Uso de água sanitária
 pesca predatória redinha
Uso da redinha
 Pesca pedratoria fechando o rio
Fechamento do rio

 

A atividade turística é uma das principais atividades econômicas da região, ela sustenta inúmeras famílias direta ou indiretamente e ocorre ao longo de toda a linha de costa da APA Costa dos Corais. Alguns locais atraem turistas de todo o Brasil e do mundo, daí a necessidade de realizar uma atividade ordenada que minimize os impactos ambientais e garanta o uso dos recursos naturais ao longo do tempo, para as futuras gerações.

Os ambientes recifais são um dos principais pontos procurados por mergulhadores e também por banhistas que querem aproveitar as delícias de uma piscina natural no meio do mar. Entretanto essa atividade sem o devido controle pode causar sérios impactos ao ambiente, prejudicando a própria atividade turística. O excesso de pessoas, de embarcações, ofertar comida, jogar ancora sobre o recife, som alto, lixo poluição etc... Pode provocar danos irreversíveis aos recifes e afugentar diversas espécies de peixes.

O Lixo é outro problema muito grave, além de deixar o ambiente feio ele pode trazer doenças e quando jogado no mar pode ser confundido com alimentos e provocar até a morte dos animais marinhos

Limpeza do Mangue

Gales antes

impactos lixo mangue

A praia é propriedade da união, portanto, área pública, qualquer intervenção nesse locais precisa de autorização do Estado e, de uma maneira geral promove uma descontinuidade na linha de costa interferindo na dinâmica costeira, podendo provocar impactos nas áreas adjacentes.

Os Mangues são considrados o "berçário" da vida marinha, onde muitas espécies marinhas usam o ambiente para reproduzir, se alimentar etc, também é definido por lei como Área de Preservação Permanente (APP)

Construção irregular Rio dos Paus Construção irregular na praiaAL Mangue invasão